Em cartaz #35: John and Mary

 photo john_and_mary_xlg_zpstnzuz6x4.jpg

 photo tumblr_mjpl5xczne1qfhodmo1_1280_zpsaahmix7p.jpg

John and Mary se conhecem em um bar. Os dois engatam numa conversa interessante e Mary acaba indo para a casa de John. Na manhã seguinte, Mary acorda no apartamento daquele cara que ela nem sabe o nome e começa a andar pela casa tentando descobrir um pouco da vida do sujeito. John, depois que acorda, faz o mesmo movimento. Observando Mary, seu jeito, seus pensamentos, tenta entender com quem ele está sentado tomando café.

O filme é construído basicamente, e literalmente, sobre os pensamentos de John e Mary sobre o outro. Eles pouco conversam, o que mais ouvimos são seus pensamentos. Eles presumem coisas, tentam adivinhar, constroem futuros e o destroem logo em seguida, se julgam e brigam um com o outro dentro da cabeça sem nem ao menos se conhecerem.

Julgar as pessoas pela aparência, através de nossos próprios preconceitos, é tão feio, porém tão normal de acontecer, né gente? Quando a gente menos espera, podemos estar jogando fora uma coisa legal por causa desses comportamentos. Eu gostei do filme por causa disso, é bem simples e meio que coloca uma lupa nesse problema específico da desconfiança quando não conhecemos alguém.

 

 photo fe5b4b63d20016f7c10d19204c6fb96f_zpsqgq1tg3n.jpg

John e Mary é uma adaptação do livro homônimo escrito por Mervyn Jones, foi dirigido por Peter Yates e lançado em 1969. Apesar de ser ter Mia Farrow e Dustin Hoffman nos papeis principais, dois atores bem queridinhos naquela época – Mia havia acabado de fazer O Bebê de Rosemary – o filme parece não ter tido muita repercussão.

Nem encontrei muitos cartazes, como vocês podem ver. Esta segunda versão foi feita pela artista Miyuki Okashi, e achei bem mais interessante do que o poster oficial. Acho que é a primeira vez que encontro um cartaz feito – ou com o efeito – de aquarela.

Bom, pessoalmente, acho um filme bem realizado e, inclusive, um prato cheio pra quem gosta da moda e design dos anos 60/70. John era um amante do design e seu apartamento parece todo modernoso pra época, o que chama a atenção de Mary também. Eu não sei nada de arquitetura, gente, mas parece super chique. E Mia Farrow, toda bonita com esse pixie cut e vestido de gola peter pan, dispensa comentários!

 photo jm_zpso0m6w56s.jpg

No ano passado, na semana do dia dos namorados, fiz um post com uma lista de filmes anti-dia dos namorados. Pra não repetir a negatividade, resolvi trazer esse porque é, de certa forma, esperançoso e nos faz pensar na forma como agimos nesse processo de conhecer alguém novo. Acho que não deve ser um filme difícil de encontrar, mas ele está completo no youtube!

Agora, momento desabafo, quase não tenho assistido filmes, gente, socorro! O que vocês tem visto de bom? Me contem aí!

o/

Anúncios

10 comentários sobre “Em cartaz #35: John and Mary

  1. Nossa, nuuunca tinha ouvido falar nesse filme. Acho que talvez não tenha tido muita repercussão, porque pelo que tu falou, ele é bem pouco usual. E sabe como é né? As pessoas tem uma dificuldade muito grande de sair da história linear, com diálogos e finais felizes. Eu mesma, acho isso bem difícil, mas quando consigo, atribuo à uma grande conquista! Sinceramente, não sei assim, se assistiria, embora tenha achado bem curioso. Ah, e amei o vestido da Mia!!! :*

  2. Adorei o título pq meu namorado se chama John, e muitos me chamam de Mary. hahaha

    Estou engolindo o Netflix. Tudo que é filme que desconheço, vou lá e assisto. Assim, pude conhecer o maravilhoso cinema argentino!!! Medianeras <3

    Indico: A Chave de Sarah, filme francês, sobre a II Guerra Mundial; Mermaids, filme da Cher (belíssima), Winona Ryder e Christina Ricci novinhas; A Excêntrica família de Antônia, filme belga, que considero uma versão Cem Anos de Solidão feminino e europeu.

    Beijos

  3. Eu estou tentando deixar o meu pixie cut crescer há três meses, mas fiquei seriamente na dúvida depois de ver um filme todinho com a Mia Farrow. Socorro! Que cabelinho lindo!
    Filme muito bom também, claro haha.

  4. O cartaz com aquarela me conquistou! <3 <3 <3
    Dustin e Mia são ótimos (e o que é esse cabelo lindo dela?), mas ainda não vi John and Mary. dica anotada.
    Menina, estou aproveitando o Festival Varilux de Cinema Francês. Super indico Beijei uma Garota e Que mal eu fiz a Deus?
    Beijos!

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s