Filmes da semana #12: para assistir no inverno (de novo)

filmes da semana

Eu sei que o inverno ainda não chegou, mas o frio já! E nesse clima em que nossos corpos querem se fundir ao colchão e ao cobertor, um filme sempre cai bem. Já tinha feito uma lista dessa no ano passado, mas resolvi fazer uma segunda versão com o que assisti mais recentemente. Tem pra todos os gostos e humores!

*

Túmulo dos Vagalumes (Isao Takahata, 1988)

Dois irmãos, Setsuko e Seita, acabam ficando sozinhos no Japão durante a Segunda Guerra. Sem nada, os dois começam uma jornada de sobrevivência no país devastado, onde todos os outros lutam pra conseguir sobreviver também.

O filme é do Studio Ghibli, então podem esperar coisa boa, certo? Talvez seja um dos meus favoritos e também um dos filmes mais bonitos do Studio. E só digo uma coisa: preparem os lencinhos porque não é um filme fácil!

*

Procura-se um amigo para o final do mundo (Lorene Scafaria, 2012)

Um meteoro está vindo na direção da Terra e não há nada o que se possa fazer. Diante dessa notícia, as pessoas começam a perder o controle, uns querem quebrar tudo, outros querem continuar vivendo como se nada estivesse acontecendo. Nesse clima, dois vizinhos acabam se conhecendo. Sozinhos, eles resolvem sair juntos para tentar dar algum sentido para esses últimos dias de existência.

Me lembro que escolhi assistir a esse filme por causa do combo fim do mundo + Steve Carrell. Histórias sobre o fim do mundo sempre rendem e gosto muito do Steve Carrell, é um dos meus atores de comédia preferidos, só que eu nunca quero assistir nada com a Keira Knightley (não sei, gente, não vou com a cara mesmo!). Mas resolvi arriscar e me surpreendi. Gostei bastante e sempre que posso indico porque não é um filme bobo e repetitivo.

*

The Babadook (Jennifer Kent, 2014)

Amelia é uma mulher que ficou atormentada depois da morte do marido. Junto com isso, ela tem que lidar com seu filho Samuel que tem comportamentos estranhos, é violento e gosta de brincar com armas. Um dia, o menino encontra um livro na estante, chamado O Babadook, e pede para que Amelia leia para ele. Depois disso, Samuel fica convencido de que tem um monstro os perseguindo.

Eu não poderia deixar de colocar um suspense aqui (é tão mais fácil cobrir os olhos quando já se está debaixo da coberta, hahaha). Acho que gostei do filme porque ele combina um monte de coisas que já aconteceram com a gente, tipo acreditar em monstros, cismar que tem alguma coisa dentro de casa que a gente não está vendo ou fazer a brincadeira da loira no banheiro, sabe? Fora que as atuações são uma coisa de louco, esse menino Samuel é impressionante! A gente até esquece que ele é um personagem, de tão convincentemente insuportável que ele é!

*

Under the Skin (Johathan Glazer, 2014)

Uma mulher misteriosa anda pelas ruas de Glasglow seduzindo homens solitários que encontra pela rua. E o que ela faz com eles é algo ainda mais misterioso. Nesse processo, ela acaba descobrindo quem ela é e o que está fazendo ali.

A sinopse é meio atravessada assim mesmo, porque esse é um filme bem difícil de explicar sem entregar as informações que vamos descobrindo ao longo da narrativa. Ele é considerado uma ficção científica e o mais interessante pra mim foi que ele nos dá o outro lado da história. Geralmente nos sci-fi, a gente fica “do lado” dos humanos, que sofrem as influências/consequências do que está acontecendo. Nesse filme, isso inverte um pouco e acompanhamos o processo de auto-descobrimento da “criatura”. E é com a bonita da Scarlett Johansson!

*

A culpa é do Fidel! (Julie Gavras, 2006)

Anna é uma menina que leva uma vida boa com seu irmãozinho na França, na década de 70. Tudo muda depois que seus pais voltam do Chile, logo após a eleição de Salvador Allende. Eles se vestem diferente, trocam de casa, estão engajados politicamente e se reúnem com amigos em casa discutindo sobre o comunismo e a situação política do país. Anna fica perdida, tentando entender as mudanças.

Acho que esse é um filme excelente tanto para se ter uma certa visão sobre as famílias engajadas politicamente na França nessa época, como pra pensar como uma criança fica no meio disso tudo. Como fazer uma criança entender os conflitos políticos e explicar que a vida dela terá que mudar? É um filme muito bonito, principalmente porque é narrado do ponto de vista de Anna, então tem uma certa leveza e humor próprio da visão de uma criança sobre a situação, apesar de ser um drama complicado.

*

Por hoje, é isso tudo, gente! E vocês, tem indicações de filmes pra assistir nesses dias friozinhos? O que tem visto de bom?

Anúncios

12 comentários sobre “Filmes da semana #12: para assistir no inverno (de novo)

  1. O último filme que vi do Estúdio Ghibli foi Vidas ao Vento, muito bom! Ah, e também não vou muito com a cara da Keira Knightley… e não sei explicar por quê.
    Vi Metrópolis esta semana, não digo que é um filme para se ver no frio, mas foi muito incrível (junto com A Mulher na Lua, que é surpreendente).
    Beijos!

  2. Assim, filme triste já não é comigo e ainda mais desenho?? Prevejo acabar com os lencinhos da casa. E outra coisa que não assisto ou que pelo menos evito, são filmes com o fim do mundo inevitável. Ui! Agora, A Culpa é do Fidel, é sensacional, né? A reação da Anna que tinha uma vida confortável e repentinamente muda de escola, passa a mudar de classe social e não recebe nenhuma explicação por isso, é muito engraçada. E compreensível, claro. Adoro muito esse filme. :*

  3. Eu amei Babadok, achei de uma sutileza fenomenal, fazia tempo que não aparecia um filme de terror nesse estilo. Eu amo terror, adoro a cena que o menino voa na parede. Uma pena que o filme não veio ao cinema.

  4. Sabe que eu também não vou com a cara da Keira Knightley? Mas gostei do trailer e vou assistir. Também queria muito ver Under the Skin porque eu amo essa mulher kkk só que sou medrosa e não vou assistir tão cedo.

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s