Filmes da semana #7: especial Natalie Portman!

Acredito nunca ter mencionado isso por aqui, mas Natalie Portman é uma das minha atrizes preferidas. E isso é uma daquelas coisas sem explicação, acho que ela é uma excelente atriz e uma das mais bonitas de toda Hollywood.

Teve uma época que resolvi assistir todos os filmes com ela. Claro que não consegui, são muitos! Aos 33 anos, ela já atuou em 31 filmes e já ganhou vários prêmios. Pra quem não sabe, ela é israelense, mas mora nos EUA desde muito pequena e começou a atuar aos 12 anos. Além de tudo isso que já falei, ela também é formada em psicologia e tem um filho (e fofoca: já namorou Gael Garcia Bernal! :O).

Eu realmente acho incrível como ela consegue encarnar personagens tão diferentes, mudar o cabelo, emagrecer, engordar e se transformar em outra pessoa. Então, aqui vão minhas dicas de filmes com a Natalie – os que mais me marcaram – alguns mais conhecidos, alguns menos. E se você conhece outro que não está nessa lista, não esquece de me contar!

Cisne Negro (Darren Aronofsky, 2010) – trailer

 photo cisne-negro-4_zpscd01c032.jpg

Começando pelo óbvio. Talvez essa seja uma das atuações mais impressionantes de Natalie Portman e eu realmente fico muito feliz de poder ter assistido esse filme no cinema. É muito impactante e assustadoramente lindo.

Natalie interpreta Nina Sayers, bailarina de destaque em NY. Ela acaba entrando em uma competição silenciosa com uma nova bailarina do grupo, Lily, para o papel principal da peça Lago dos Cisnes. O filme é, na verdade, um thriller psicológico simplesmente maravilhoso. Está, certamente, no top dos melhores filmes da minha vida. Impressionante atuação da Natalie e Darren Aronofsky sambando na cara das pessoas nessa direção. Acho um filme impecável na técnica, atuação, músicas, tudo!

V de Vingança (V for Vendetta, James McTeigue, 2005) – trailer

 photo 361-VdeVinganccedila_zpsccde606f.jpg

Outro filme bastante conhecido, mas talvez não pela Natalie. Ela faz o papel de Evey, que vive numa Inglaterra do futuro, onde está em vigor um regime totalitário. Um dia, ela é salva por mascarado conhecido como V. Este homem misterioso tem nas veias a revolução, o ódio contra o sistema, e seu plano é destruir as Casas do Parlamento. Ele convoca seus conterrâneos a encontrá-lo no dia 5 de novembro em frente a este prédio que ele promete destruir. Evey acaba se envolvendo com V e na tentativa de descobrir mais sobre ele, acaba descobrindo qual é seu próprio papel na revolução.

Já assisti esse filme mais de uma vez e gosto bastante. Coloca a gente pra pensar sobre nosso sistema econômico e governamental. Não, a máscara do Guy Fawkes não é a solução dos problemas. Mas se ninguém pensa sobre eles, a solução nunca aparece.

Hora de Voltar (Garden State, Zach Braff, 2004) – trailer

 photo fhd004GRN_Natalie_Portman_035_zps477bb2e9.jpg

Andrew, um melancólico aspirante a ator viciado em lítio que vive em Los Angeles, se vê obrigado a voltar à sua casa em Garden State depois da morte de sua mãe. Retornar depois de tanto tempo, nesse caso, 9 anos, não é uma coisa fácil. Nesse processo de reencontrar e de ter lidar com o passado, Andrew conhece Sam – interpretada por Natalie – uma mentirosa compulsiva e cheia de vida.

Esse é um daqueles filmes de sinopse pequena, mas que falam muita coisa pra gente, sabe? É divertido e um pouco triste. Tem tempo que assisti, mas lembro que me fez pensar muito sobre minha relação com meus amigos.

Hotel Chevalier (Wes Anderson, 2007)

 photo Hotel-Chevalier-Natalie-Portman-3_zps54bf3c97.jpg

Hotel Chevalier é na verdade um curta-metragem dirigido pelo Wes Anderson que foi lançado como prólogo do filme A Viagem para Darjeeling. Ele está completo no youtube e tem só 13 minutos.

É um curta um tanto enigmático. Jack Whitman (Jason Schwartzman) está hospedado em um hotel e recebe a visita surpresa de uma mulher. No meio do jantar, nesse encontro misterioso, começamos a perceber os altos e baixos do relacionamento dos dois. Simples assim, mas nem tanto.

Hesher (Spencer Susser, 2011) – trailer

 photo Hesher-natalie-portman-25084506-900-600_zpsde872e15.jpg

Sinto que esse é um daqueles filmes que ou as pessoas amam ou odeiam. Eu amo, mas confesso que comecei não gostando até entender qual era a do filme.

O menino TJ perde a mãe e ele e o pai vão viver com a avó. A vida dos dois está completamente abalada quando aparece Hesher (Joseph Gordon-Levitt) para piorar tudo. Ele é um cara from hell que odeia todo mundo, gosta de quebrar e botar fogo nas coisas e resolver os problemas da maneira que acha mais interessante. Nesse meio tempo em que não consegue se livrar de Hesher, TJ acaba com uma paixonite por Nicole (Natalie), uma moça simples, caixa de supermercado.

A vida dos três acaba dando um nó e o filme se transforma num puta drama com um final que eu não esperava. Achei ele muito honesto e muito sensível. Comecei o filme nada simpática e terminei emocionada!

Closer (Mike Nichols, 2004) – trailer

 photo natalie-closer-_zps5be5726a.jpg

Bom, o que dizer desse filme? Fiquei pensando muito em como contar o que ele é, mas não consegui, então copiei a sinopse do Filmow: Uma inteligente, romântica e muito perigosa história de amor sobre encontros inesperados, atrações instantâneas e traições casuais. Uma visão sobre quatro estranhos – Julia Roberts, Jude Law, Natalie Portman e Clive Owen – com uma coisa em comum: eles mesmos.

Tenho uma relação estranha com Closer. Assisti várias vezes, em diferentes momentos da minha vida e em cada um deles tive uma percepção diferente da história. É um filme quase impossível de não fazer qualquer relação com qualquer situação amorosa que você já tenha vivido.

E é um espetáculo de atuação, né gente? Se não assistiu ainda, tá na hora!

Sexo Sem Compromisso (No Strings Attached, Ivan Reitman, 2011) – trailer

 photo nostrings_zps2c1e58c9.jpg

Confesso que não estou na vibe de comédia romântica há muito tempo e esse filme especificamente assisti na época em que eu queria ver todos com a Natalie.

Ela faz o papel  de Emma, uma médica que, na tentativa de ajudar Adam (Ashton Kutcher) a se recuperar do fim de um namoro, acaba se envolvendo com ele. Mas Emma não quer ter um relacionamento sério e eles combinam de se encontrarem apenas com objetivo do sexo. Bem clichê, vocês já podem adivinhar o final.

Mas é relax e engraçado. É também diferente ver a Natalie fazer o papel de uma médica que é nada profundo em comparação com os outros que indiquei até agora.

A Loja Mágica de Brinquedos (Mr. Magorium’s Wonder Emporium, Zach Helm, 2007) – trailer

 photo url_zps7049105f.jpg

A jovem Molly Mahoney recebe a incumbência de gerenciar a loja mágica do Sr. Magorium, um senhor de 243 anos que está indo embora da cidade. A loja de brinquedos é encantada e tudo lá tem vida própria. Porém, um dia, o contador Henry Wetson aparece para fazer uma auditoria em todos os brinquedos e depois disso misteriosamente a loja perde seu encantamento. Molly e Henry tem, então, que tentar recuperar a magia  do local.

Um filme leve e divertido e possível de ser assistido por crianças, diferente dos outros que apareceram antes. Eu desconhecia completamente a existência dele filme e só o encontrei nessa minha empreitada de assistir a filmografia da Natalie. Eu particularmente gosto desse tipo de filme, muito colorido e muito fantasioso. Uma versão bem modesta de A Fantástica Fábrica de Chocolates!

***

Ufa, acho que foi uma das maiores listas que fiz no blog até hoje! Espero que gostem das dicas!

E me contem aí, o que tem assistido de bom?

Anúncios

14 comentários sobre “Filmes da semana #7: especial Natalie Portman!

  1. Adorei a lista. Também gosto demais dos trabalhos dela.
    Há dois filmes que gosto e não estão citado: Onde Mora o Coração, que ela faz uma jovem grávida abandonada pelo namorado e pela mãe, tentando reconstruir sua vida… e Sombras de Goya.

    A conheci no filme A Outra, na qual faz Ana Bolena; e me apaixonei depois de Paris, eu te amo e Nova York, te amo.

    <3

  2. olha já vi tanto filme com ela que me perco. ahahahaha adoro a natalie e desde cisne negro peguei maior carinho por ela. vi o filme no cinema e foi uma baita experiência.

    esse que do Wes já já vou carregar pra assistir e eu tenho assistido muito pouco de filmes, preciso me acostumar a ver novamente. o ultimo que vi foi Godzilla no cinema hahaha e pela TV, o ultimo que vi com atenção, foi Veludo Azul do David Lynch.

  3. Gostei muito da lista!! Ja assisti quase todos! Tem outro com ela, bem antigo, que eu gosto bastante “Onde mora o coração”. Ja vi umas 3 vezes, mas acho tão bonito que nunca enjoei!!

  4. Eu fico um tempo sem visitar aqui e sempre me deparo com ótimos posts e dicas :)
    Destaque para a descoberta do WTF should I do with my life, que me sugeriu casar ou estudar permacultura!

    Beijo Carol!

  5. Pingback: Os melhores filmes e as decepções de 2014! | Uma cadeira, por favor!

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s