Em cartaz #9: Inside Llewyn Davis

Queria começar esse post com um suspiro porque esse é o tipo de filme que você suspira no final. Inside Llewyn Davis (Balada de um homem comum, em português) foi dirigido pelos irmãos Coen. Não sei muito sobre eles e também vi poucos filmes dos dois, mas já posso dizer que, pra mim, é o melhor deles e talvez um dos melhores que assisti esse ano!

O filme contra uma parte da história de Llewyn Davis, um músico tentando… ser músico. Depois de perder o amigo que fazia dupla com ele, Llewyn Davis, sem amigos de verdade, sem casa, sem casaco pra se proteger do frio de NY, fica divido entre continuar com a música ou largar tudo e ter uma “vida normal” na marinha. Com o violão nas costas e a companhia de um gato, Llewyn Davis decide dar mais algumas chances a essa vontade de cantar.

 photo llewyn1_zps9291e784.jpg

 photo llewyn2_zps7d53e4f3.jpg

Surpreendentemente, gostei do título em português porque o filme tem mesmo a ver com a definição de filmes de balada. Um homem indo pra algum lugar e voltando pra lugar nenhum, apenas com uma vontade que pode ser facilmente vencida pelo cansaço.

O filme é bem calmo, mas muito denso ao mesmo tempo. Acho que por isso que você suspira no final. É triste, mas não senti exatamente pena dele. No fundo, rola uma identificação com as falhas e com a situação de perseguir alguma coisa que no final parece sem sentido, você não sabe bem o porquê de estar fazendo aquilo. É realmente a balada de um homem comum.

 photo llewyn3_zpsb4535e58.jpg

 photo llewyn4_zps77c1c51f.jpg

Como vocês devem ter notado, os cartazes parecem muito com cartazes de divulgação de shows ou então com capas de CD e tem tudo a ver com o filme. Gostei das cores também. O filme é meio escuro, meio “sujo”, com aquele ambiente acinzentado e nada amigável do inverno, e consigo ver isso nos cartazes também.

Acho que poderia dizer que o filme é meio musical. A maioria das músicas de Llewyn Davis são maravilhosamente interpretadas pelo Oscar Isaac, mas tem a participação de outros artistas, como o Justin Timberlake. As músicas não são originais do filme, quer dizer, não foram escritas pra isso. São regravações de músicas mais antigas, mas confesso que nem procurei saber detalhes porque Oscar Isaac ganhou meu coração de primeira e já prefiro as versões dele. Eu estou na fase da paixão e só consigo pensar porraquemúsicamaravilhosanãoqueroparardeouvir!

Vou deixar aqui minhas três preferidas, mas no youtube tem todas. E no final tem o trailer também, pra quem não conhece! <3

Por último, mas não menos importante, muito obrigada, Matheus, pela indicação. Uma das suas melhores, haha!

Anúncios

6 comentários sobre “Em cartaz #9: Inside Llewyn Davis

  1. Eu vi este filme no cinema, adorei o tom Azul do filme! E como sempre nos filmes dos irmãos Coen, tem um pouco da Odisséia, sim aquela grega mesmo! Aquela viagem surreal de carro, e o loop do fiime. Se puder baixa a trilha vc vai amar! Adorei seu post

  2. Pingback: Músicas da vez #10 | Uma cadeira, por favor!

  3. Pingback: Os melhores filmes e as decepções de 2014! | Uma cadeira, por favor!

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s