O primeiro post do ano e o mais corajoso até agora

(No primeiro post do ano, resolvi fazer algo que eu nunca tive coragem de fazer: publicar um texto meu. Eu escrevo desde que era criança e sempre tive muita vergonha de mostrar o que eu fazia. Mas recebi um estímulo esses dias e resolvi começar o ano realmente fazendo algo diferente. Acreditem, não foi fácil pra mim, mas também… não tenho tantos leitores assim, haha! Ah, e ainda não tem título)

xxx

A janela estava aberta e o vento fazia as cortinas balançarem. Na mesa de centro repousava uma xícara com um resto de café no fundo, denunciando que ela estivera ali, sentada na poltrona favorita dele. No chão haviam folhas espalhadas pelo vento. O violão estava encostado no canto de sempre. Ele acendeu um cigarro e ficou parado na varanda por algum tempo. Ele ainda podia sentir seu perfume. Talvez ela estivesse escondida em algum lugar.

Ele apurou os ouvidos. Estava tudo em silêncio, nenhum carro passava na rua. A casa estava toda escura. Ele terminou o cigarro e foi para a cozinha. A cafeteira estava em cima da mesa e os pratos sujos na pia. Ela provavelmente tinha feito algo pra comer antes de ir embora. Não, ela não tinha ido embora. Ela estava ali.

Ele andou rapidamente até o banheiro. Nada. Foi até o quarto. Nada. Se jogou na cama. Não era possível, ainda estava quente. Resolveu, então, tomar um banho. Estava tão cansado… Como se tivesse corrido quilômetros e quilômetros. Mas tinha ido apenas comprar mais cigarros no bar da esquina.

De repente começou a ouvir. Ela estava dançando. Os Beatles, como sempre. Se ele fechasse os olhos, conseguia ver até os passos que ela fazia pelo corredor. Ela ria e ria. Ele riu também. Ela sabia o que estava fazendo com ele. Mas ele não ia se apressar no banho. Ele podia vê-la dançando na varanda, sem se importar com o vento frio. Os cabelos curtos balançando. As mãos soltas no ar…

Ele fechou o chuveiro. Subitamente a música parou. Se enrolou na toalha e abriu a porta do banheiro. A casa continuava escura. Não era possível ela ter saído tão rápido. Se apressou para o quarto, vestiu a primeira roupa que encontrou e saiu de casa correndo. Ainda dava tempo de encontrá-la na rua.

Estava muito frio. Já devia ser mais de meia-noite. Tinha perdido completamente a noção do tempo no banho. Não havia ninguém na rua, mas as luzes do bar na esquina ainda estavam acesas. Andou tão rápido que não chegou nem na metade do cigarro.

Assim que entrou no bar e parou no balcão, ele a viu. Ela estava sentada na mesa do canto com algumas amigas. Elas estavam rindo e fazendo muito barulho. Tão bonita. O sorriso mais bonito que ele já tinha visto. Seus olhares se cruzaram por alguns segundos. Ela acenou timidamente e voltou a conversar com as amigas. Ele apenas sorriu. O coração quase saindo pela boca.

“Opa, resolveu voltar?”, perguntou um dos garçons. Ele respondeu, distraído: “É, eu tinha que comprar mais cigarros”. Comprou os cigarros e saiu do bar. Era quinta-feira. Sempre às quintas.

Desceu a rua de volta para casa lentamente. Ele tinha certeza que, quando chegasse, ela estaria lá.

Anúncios

15 comentários sobre “O primeiro post do ano e o mais corajoso até agora

  1. Sempre rola um receio antes de mostrar algo para as pessoas pela primeira vez, mas não acho que seja o caso de ser a última. Adorei o texto! Publique mais! Certeza que seus leitores vão gostar. :)
    “Sempre às quintas”
    Bjs

  2. Com toda certeza você tem ainda muito mais para mostrar, sejam textos recentes ou aqueles já escritas desde que era bem mais nova e que têm agora a oportunidade de serem exibidos para outras pessoas. Não pare. Com certeza vamos estar aguardando pelos próximos. Um beijo.

  3. Adorei! Achei super “imaginável”, consegui ver as cenas, os cenários, as pessoas, podia ser um curta! :) ou quadrinhos no estilo Fábio Moon e Gabriel Bá!
    Gostei mesmo Carol, continue mostrando seus textos!
    :)
    Beijos!!

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s