Uma inspiração: Anna Karina – parte 2

Como eu havia comentado no outro post, seria impossível falar de tudo que eu queria sobre Anna Karina, então achei melhor separar os tópicos!

Hoje, como é domingo e é dia de playlist, escolhi mostrar o lado musical de Anna. Porque, né, não basta ser musa, tem que cantar e dançar bem também, haha! Eu gosto dela, mas não vi todos os filmes. Confesso que só conheço seus trabalhos na época da Nouvelle Vague, então ainda não sei o que tem depois. Mas pretendo assistir, claro.

tumblr_lllxnj7YmJ1qe3ebyo1_1280

A primeira música escolhida foi Ma ligne de chance, que ela canta em Pierrot le fou (Jean-Luc Godard, 1965). A música é uma gracinha e fica muito na cabeça depois que a gente assiste o filme. Ela faz um dueto também com um dos atores mais badalados da Nouvelle Vague, Jean-Paul Belmondo.

Uma mulher é uma mulher (1961) é um dos meus filmes favoritos do Godard. Não sei explicar o porquê. Acho que quando assisti, entendi tudo e saquei qual era a da coisa, hahaha! Se você nunca viu nenhum filme dele, indico esse como um dos primeiros.

Como contei no outro post, Anna atuou em um musical escrito por Serge Gainsbourg – também chamado Anna – e com o objeito de homenageá-la. Sendo um musical, fiquei na dúvida de qual cena eu postaria. Então escolhi essa música do final, Je N’Avais Qu’un Seul Mot a Lui Dire, em que ela faz um mais ou menos um dueto com Jean-Claude Brialy, seu par romântico. Uso essa música como meu toque de celular, hehe, o começo dela é todo instrumental, mas aí no filme eles cortaram.

Vou finalizar com essa cena super-hiper-mega clássica da Nouvelle Vague. Eu sei, Anna Karina não canta, mas está dançando nela. Pra quem não conhece, o filme é Bande à Part (1964) também de Jean-Luc Godard. Impossível não querer gravar um vídeo imitando essa cena depois de assistir, hahaha! Esse é um dos que indico como um dos primeiros a assistir se você não viu nada de Godard.

Agora as pessoas já sabem porque tenho esse óculos, hahaha! Bom domingo, gente, espero que tenham curtido as dicas. Ah, e a série sobre Anna Karina ainda não acabou.

oculos

Anúncios

11 comentários sobre “Uma inspiração: Anna Karina – parte 2

  1. Eu sinceramente não me interesso por musicas em francês, não sei porque… mas de qualquer maneira, essa mulher tem uma voz tão suave, né! Isso eu gostei ^^
    E no último vídeo?! Ela dança com tanta naturalidade, como se tivesse fazendo algo cotidiano, tipo escovando os dentes enquanto anda!
    E ainda por cima é bonita!! haha que sorte!!
    bjs

  2. Carol, adorei seus posts sobre a Anna Karina, confesso que só vi Uma mulher é uma mulher com ela, mas me apaixonei, ela tem algo cativante!! (não é a toa que eu estou usando a foto dela no avatar hahahahah) Preciso ver os outros filmes, urgente!!
    Beijos!!

  3. Pingback: Uma inspiração: Anna Karina – parte 3 | Uma cadeira, por favor!

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s