Filme da vez: Tampopo – Os Brutos Também Comem

Eu adoro filmes japoneses. Acho que até hoje não me decepcionei com nenhum. Mas neste domingo assisti um que talvez seja um dos mais diferentes que eu já vi.

Tampopo_cover

Tampopo – Os Brutos Também Comem é uma (talvez podemos chamar de) comédia de 1985 dirigida por Jûzô Itami. Ele foi chamado de o primeiro “Ramen Western”, uma jogada palavras e de marketing que faz referência aos filmes do spaghetti western (uma espécie de western europeu que esteve na moda nas décadas de 60 e 70). Ramen – que encontramos no supermercado como lamen – é um tipo de noodle/miojo de origem chinesa, mas que se come muito no Japão também, daí a jogadinha com as palavras.

tampopo2

O fio condutor da história é a relação entre um caminhoneiro, Goro, e seu copiloto e Tampopo, a dona de um restaurante de ramen. Um belo dia, os dois homens param em seu restaurante e acabam se envolvendo em uma briga com homens que estavam comendo, numa típica situação de confronto dos saloons. Tudo começou porque um dos caras estava insultando Tampopo dizendo que seu ramen era horrível e isso foi suficiente para incitar a ira de Goro.

Mais tarde, Goro confessa que o ramen de Tampopo realmente não estava lá grandes coisas e ela, então, pede para que ele seja seu professor de culinária. A história começa a desenrolar quando eles saem em busca da receita perfeita, numa sucessão de situações muito divertidas.

vlcsnap-2012-02-07-02h36m35s175

Como eu disse, essa é a linha condutora do filme. Porém, a busca de Tampopo e Goro é entrecortada por várias esquetes onde são mostradas as diversas relações que as pessoas podem estabelecer com a comida. Acreditem, tem de tudo. Comida como fetiche, remédio, ritual… Enfim, o filme é uma verdadeira obra dedicada aos prazeres gastronômicos e impossível assistir sem ficar com fome, hahaha!

tampopo-kiss

Não podemos esquecer que é um filme japonês (sem querer julgar, mas já julgando), então é certo que vamos encontrar uma pitada de exagero em algumas situações. Mas isso tudo é compensado pela belíssima direção de Jûzô, que tratou de fazer planos lindos das comidas, além de conseguir passar das esquetes para a história central de uma forma tão suave que a gente nem percebe.

Podem confiar, se vocês estão sem ideia de filme pra assistir essa é uma ótima opção. O ranking do Filmow não me deixa enganar, haha! Mas não se esqueçam de levar alguma coisa pra comer, senão vocês vão sofrer!

Ah, todas as fotos acima são frames do filme. E aqui vai a foto de um ramen tradicional japonês, pra quem não conhece ;)

Au revoir!

chashumen-hot-lamen-with

*Ops, esqueci de colocar o trailer!

Anúncios

10 comentários sobre “Filme da vez: Tampopo – Os Brutos Também Comem

  1. Sabe, não sei nada do cinema japonês. Assisti pouquíssimos filmes, sabe? Ultimamente, nas férias, tenho assistido muitos filmes alemães e franceses. Tô querendo aprender essas duas línguas – principalmente francês, pois quero trabalhar com moda.
    Bjs <3

    P.S: Adoro a Anna Karina também, ela é linda não? Essa semana mesmo assisti um filme com ela.

  2. Pingback: Os melhores/piores filmes de 2013 | Uma cadeira, por favor!

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s